Mamoplastia Redutora e a Qualidade de Vida


A cirurgia para redução das mamas é um dos procedimentos de finalidade estética de maior benefício funcional. A grande maioria das pacientes que nos procura para redução das mamas têm muitas queixas associadas como dores nas costas ou na nuca; marcas na pele pelo peso no sutiã; dificuldades ao utilizar e/ou comprar sutiã e biquíni; difdiculdade para algumas práticas esportivas dentre outras.
Spector JA e Karp NS, autores americanos, já em 2007, num artigo publicado na revista Plastic and Reconstructive Surgery, cujo título original é Reduction mammaplasty: a significant improvement at any size (Mamoplastia redutora: melhora significativa em qualquer tamanho), trouxeram uma visão interessante do tema.

Fonte imagem FreeDigitalPhotos.net
Os autores mostraram que mesmo em reduções menores da mama houve redução estatisticamente significante  nos sintomas atribuídos às mamas pesadas, incluindo as dores nas costas, braços, ombros e mamas; cefaléias (dor de cabeça); vermelhidão com ou sem coceira do sulco mamário e da marca do sutiã na pele. Além disso, houve significativa melhora na qualidade de vida, como a dificuldade em comprar roupas ou sutiã e prática esportiva incluindo a dificuldade em correr.
Esse trabalho é muito interessante, pois mostrou que existe alívio nos sintomas e ganho real de qualidade de vida em qualquer mamoplastia redutora, mesmo naquelas não tão pesadas.
O cirurgião plástico sempre procura atender à expectativa estética da paciente e ao volume final desejado para as mamas, mas o principal benefício das mamoplastias, sem dúvida, é o de melhorar a qualidade de vida.

            

Um comentário:

  1. Na mamoplastia redutora e indicado usar prótese em seios flacifos?

    ResponderExcluir